.17 de mai de 2017

[Cine Pipoca] A Autópsia

Título Original: The Autopsy of Jane Doe
Título no Brasil: A Autópsia
Gênero: Terror e Suspense
Direção: André Øvredal
Duração: 1h39min
Elenco:
Emile Hirsch
Brian Cox,
Ophelia Lovibond
Olwen Catherine Kelly
Michael McElhatton

Sinopse:
Tommy Tilden (Brian Cox) e Austin Tilden (Emile Hirsch), seu filho, são os reponsáveis por comandar o necrotério de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. Os trabalhos que recebem costumam ser muito tranquilos por causa da natureza pacata da cidade, mas, certo dia, o xerife local (Michael McElhatton) traz um caso complicado: uma mulher desconhecida foi encontrada morta nos arredores da cidade - "Jane Doe", no jargão americano. Conforme pai e filho tentam descobrir a identidade da mulher morta, coisas estranhas e perigosas começam a ocorrer, colocando a vida dos dois em perigo.



A Autópsia é um filme que tinha tudo para ser um grande filme de terror, mas perdeu-se no emaranhado de insegurança da direção e produção que pecou pela falta de enredo substancial e mais explicações claras para a história da misteriosa Jane Doe.


Uma cena de horror e crueldade é encontrado numa casa, na qual quatro pessoas foram brutalmente assassinadas e a cena não parece ser coerente e piora quando um corpo de uma linda jovem é encontrado no porão da casa. O xerife Sheldon intrigado com tamanha incoerência naquele caso, se direciona ao necrotério dos Tilden para tentar clarear as causas das mortes das vítimas e compreender o encaixe daquele corpo encontrado no porão naquilo tudo.

O corpo de Jane Doe( nome dado para uma mulher sem identificação como Zé ninguém aqui) vai para autópsia de forma emergencial, porque o caso vai parar na esfera do FBI e Tommy ( o dono e mais experiente legista) terá um trabalho bem duro pela frente. Seu filho Austin iria sair com sua namorada Emma para um passeio, porém acaba decidindo ajudar seu pai nessa jornada que vai varar a noite e acaba deixando sua namorada irritada, porque ela acha que Austin vive para seu pai após a morte da mãe dele.

A autópsia será feita em três etapas: primeira externa e duas internas. Durante esse trabalho muitas coisas estranhas começam a acontecer, como o rádio ligar sozinho e o locutor anunciar que uma tempestade furiosa estava se aproximando da cidade, barulhos pelo local, o gato que morreu misteriosamente e luzes piscando.


As análises externas apontam poucas coisas sobre o que matou a jovem, porém há pontos estranhos, como, fraturas fortes nas pernas que não podem ser vistas claramente e isso é muitooo estranho. Depois aparece língua cortada sem anestesia  e eles percebem o quanto aquela jovem sofreu até morrer.


As análises internas mostram: coração e pulmões queimados como usado para tortura, veneno e outras coisas que não combinam com o estado perfeito do corpo da jovem que aparenta ter apenas 20 anos.

Os sinais de aquela jovem não era quem aparentava ser - ingênua e pura - ficam mais fortes e eles se arrependem amargamente de não terem compreendidos com quem estava lidando e todo o lugar torna-se um verdadeiro inferno.


O enredo é bem construído, mas os fragmentados da história da jovem morta deixam tudo completamente confuso o entendimentos dos acontecimentos. Ela é um mistério para eles até que começam a encaixar as informações dadas pela autópsia, mas já era tarde para eles fugirem do que iria acontecer.

A tensão é do começo ao fim e nunca mais irei esquecer o barulho do sininho dos outros corpos rs. O sino - igual aquele usado no pescoço das vacas - é colocado no pé do morto para alertar o legista de ele estava vivo. É uma técnica não usada, todavia Tommy ainda é adepto dessa técnica e contribui para o nosso terror rs.

Gostei muito da construção das cenas e do suspense que não diminui em momento algum, porém o final ficou vago e clichê até demais para a maravilha que estava no decorrer da história - tirando algumas falhas em relação a Jane - e acabaram me deixando frustada. O que me deixou mais esperançosa é que esse final anuncia uma possível continuação, já que ficou em aberto.


A atuação de Emile Hirsch e Brian Cox que são pai e filho foi bem empolgante e conquistam a admiração do público, porque transmitem muito suas emoções durante todo o desenrolar da produção e nos agraciam com talento e qualidade.

A Autópsia é uma produção bem contemporânea que explora o horror com maestria, entretanto peca em alguns pontos que necessitam de mais clareza para melhor compreensão dos telespectadores.

PS: Para os medrosos de plantão rs, o filme não tem cenas muito fortes, porque explora a tensão do momento e não a crueldade e outros artifícios do terror e pode ser assistido tranquilamente. Só aconselho não comerem durante a sessão rsrs.




12 comentários:

  1. Hahha
    Dificilmente como vendo filmes de terror. Eu geralmente nem os assisto para ser sincera, apenas filmes de zumbis ou coisas do gênero (fantasmas, exorcismos, possessões etc eu passo).
    Como este filme é mais voltado para um suspense, digamos assim, eu até assistiria se por acaso eles estivesse passando na tv... Mas para eu escolher assistir, é difícil, rs

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito curiosa, mas pela descrição parece que rola um pouco de mistério ligada a forças sobrenaturais (talvez) e essa não é muito a minha praia. Só de olhar as imagens bate aquele medinho!ahaha Mas eu sou teimosa e vou procurar esse filme para assisti.
    Acho que é um mal do gênero mesmo, ter um enredo que prende o expectador mas no final das contas não consegue amarrar tudo para um desfecho descente.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu amo filmes de terror e esse eu ainda não conhecia. Achei a proposta muito bacana, mas é uma pena que o filme não tenha fluido para ti. Adorei as imagens (gif's) que vc colocou. Até mais ver
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Amo filmes de terror e suspense, mas esse não me chamou a atenção, até assisti um pouquinho, mas não deu. A história não me passou muita compreensão.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Joanice.
    Está aí um filme que eu não pretendo assistir se quiser dormir nos próximos 15 dias!! Menina, já fiquei tensa só de ler a sua resenha!! E olha que não tenho problema nenhum com gente morta. Quando eu era criança até pensei em fazer medicina para ser legista... Mas eu prefiro quando os mortos continuam mortos, quando nenhum sininho toca, quando nenhum rádio liga sozinho...
    Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  6. Oi, Joanice!
    O filme parece um terror psicológico. Gosto de filmes assim. Só essas imagens já me dão um medinho. rsrs... Será que o filme vai entrar no catálogo da Netflix?
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Esse é um filme que não vou assistir rsrs Não sei se tenho coragem para assistir, fico morrendo de medo kkk mesmo sabendo que tem mais momentos de tensão. Uma ótima dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Oiii Joanice tudo bem?
    Desde que eu vi esse filme na televisão, o trailer fiquei bastante animada para assistir, autópsia sempre foi um dos lugares que gostaria de trabalhar mesmo, não tem muita relação com o filme, porque a realidade é outra, mas sei que seria uma ótima pedida.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Pelo título achei que fosse um suspense, sendo de terror já nem me atrai mais. Já não curto mt o gênero e entendo pq ficou decepcionada com a pegada do filme, é bem chato quando a gente sente que não atende as expectativas.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  10. Não tenho estômago para filmes de terror, então, passo a dica adiante. Mas achei o enredo bem original, mas claro, não assistiria.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Tem na netflix? Adoro esse tipo de filme e fiquei super curiosa!

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Tinha ouvido falar dele, mas não sabia do que se tratava. Tô tão calejada com esse tipo de filme que nem me assusto mais, só uns sustos do nada e só. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger