.22 de mai de 2017

[Resenha] Desejo Insaciável - Kresley Cole

Título: Desejo Insaciável || Série Imortais #1
Autora: Kresley Cole
Editora: Valentina
Ano: 2016
N° de Páginas: 352


Sinopse:
A lenda de um feroz lobisomem e uma encantadora vampira – improváveis almas gêmeas cuja paixão testará os limites da vida e da morte.
Um incansável guerreiro mítico. Nada o deterá até que possua a...
Depois de suportar anos a fio torturas constantes comandadas pela Horda dos vampiros, Lachlain MacRieve, líder do clã dos Lykae, fica enfurecido ao descobrir que sua parceira, há tanto tempo profetizada e pela qual espera há mais de um milênio, é uma vampira, assim como seus captores. Na verdade, Emmaline Troy é metade Valquíria, metade vampira. Jovem delicada e etérea que, com seu jeito todo especial de ser, é a única que pode suavizar a fúria que incendeia o faminto Lykae.
Uma vampira prisioneira de sua fantasia mais selvagem...
A doce Emmaline decide sair pelo mundo em busca da verdade sobre seus pais desaparecidos. Em Paris, um poderoso espécime Lykae a encontra, determina que ela será a sua parceira por toda a eternidade e a leva para o castelo escocês dos seus ancestrais. Lá, o pavor que Emmaline sente do Lykae – e da sua insaciável fome de prazer – faz com que ele inicie um lento e envolvente jogo de sedução e ela liberte suas mais sombrias fantasias.


 Desejo Insaciável conseguiu me trazer novamente ao mundo de vampiros, lobisomens e seres sobrenaturais com um enredo bem elaborado e que prende o leitor do começo ao fim.



“As feridas de Lachlain também eram profundas, mas ele não as sentia.”

Lachlain Macrieve é o rei dos Lykaes, lobisomens que são inimigos mortais da Lore – quase como se fosse uma sociedade de seres sobrenaturais – e está desaparecido há 150 anos quando foi capturado pelo rei dos vampiros, Desmetriu que o colocou sob tortura diária nas Catacumbas, nas quais ele sobre com o fogo e com a constante sessão de sofrimentos causada por seus carrascos vampiros. A única coisa que ainda o mantei vivo e são é a esperança de encontrar sua Parceira – para os lobisomens existe uma companheira/companheiro destinado para cada um deles – depois de 900 anos de procura – é meus leitores, ele tem apenas 1000 anos...é muito produto Ivone para se manter gato e poderoso com um milênio de vida – para se unir com sua prometida.

“Lamenta a dor que provocará nela. Sua parceira ficará tão conectada a ele que sentirá tudo pelo que ele passou. Também sofrerá as dores dele como se tivessem acontecido com ela.”

Emmaline Troy – para os íntimos é Emma - tem uma bagatela de apenas 75 anos – e é uma híbrida – metade vampira e a outra parte Valquíria – e está à procura de seu pai, porque nunca soube que vampiro tinha se deitado com sua mãe para concebera. Está sozinha em Paris para essa missão, já que sua mãe morrera após o parto – a mãe dela nada mais é que Helena de Tróia – e está sendo perseguida loucamente pela horda de vampiros, pois é a única vampira fêmea existente e viajou mesmo suas tias valquírias – Annika, Nix, Myst e outras – lhe advertindo que era fraca e frágil demais para enfrentar seres dessa força. Não sabia jovem que o destino cruzaria seu caminho a um Lykae.


Lachlain consegue fugi do aprisionamento longo depois que sua força retornou quando sentiu o cheiro de sua Parceira nas ruas de Paris. Sua fuga lhe custa seu braço que não se soltava das correntes e farejou sua prometida até se deparar com Emma. Isso mesmo meus caros leitores, a tão sonhada esposa e futura rainha do clã dos lobisomens é uma vampira. Não uma vampira pura e sim, uma híbrida. Ele tem nojo e ódio de vampiros, porque o rei deles matou seu pai e condenou seus irmãos a morte e aquela pequena jovem de cabelos loiros, olhos azuis, branca como a neve e de aparência frágil era a esperada amada dele? Ele teria que contornar essa situação, mas será que ela aceitaria ser sua rainha para toda a eternidade? E será que Emma era mesma sua prometida?

“É impossível alguém aprisionar uma Valquíria porque o que ela mais deseja na vida é ser livre, foi o que o pai de Lachlain lhe ensinara.”

Emma fica assustada com o sequestro que está envolvida, porque não sabe o que esse Lykae quer com ela e principalmente, porque ele precisa insanamente fazer amor com ela, porém respeita todos os medos e a loucura de está atraída por um inimigo mortal do Lore e do Coven – onde as valquírias vivem – e não saber explicar, porque sente-se ligada àquele ser estranho, possessivo e claramente atormentado, todavia não perde a beleza digna de um deus celta e a arrogância vinda de suas palavras. O mais louco naquilo tudo é ele está forçando ela a ir até a Irlanda para seu castelo e ficar por lá até a lua cheia. Ela aceita para sua proteção, porque o grandão daria conta dos vampiros, mas tinha algo dentro dela que impulsionava suas atitudes e isso era perigoso.


Será que Emma realmente deveria confiar num lobisomem, principalmente num Lykae que odiava profundamente seus dois lados? Por que ele a tratava com tanto cuidado e medo de perdê-la se ele mal a conhecia? Por que o destino escolhera justamente aquela híbrida para Lachlain? Por que não uma de seu clã ruiva, bem torneada e forte? Por que aquela fraca e medrosa vampira? Por que ele se ligara a ela e Emma apenas se sentia retraída e amedrontada ao seu lado? Por que tudo era mais complexo e complicado para o rei dos Lykaes? Será que conseguiriam ficar juntos mesmo com toda a Lore e Coven contra essa união?

“Lachlain. O rei de bom coração por quem se apaixonara perdidamente. Por ele, Emma lutaria até a exaustão.”

Emma é uma personagem que começa dando nos nervos em qualquer pessoa, porque mesmo sendo uma beldade de tamanha beleza, é insegura e medrosa ao extremo. Ama sua família, mas não se sente parte de sua família Valquíria, porque ela sempre foi uma ameaça para a Coven e cresceu sentindo-se inferior e impotente diante as tias fortes, confiantes e donas de belezas divinas, já que valquírias eram detentoras de belezas inesquecíveis que escondiam seu lado assassino. Quando ela se encontra com Lachlain – que ser lindo e arrancador de suspiros femininos rs – uma mudança se inicia nesse momento e termina depois que sua missão maior é cumprida. Torna-se mais forte, segura e poderosa.

Lachlain é arrogante, poderoso, prepotente, sagaz e dolorosamente lindo. Ele tem uma beleza típica dos celtas. Super alto, forte, olhos negros – que ficam azuis quando se transforma – e superdotado – escolha em quê rsrs (Rindo alto) – e torna-se um adolescente apaixonado quando encontra com sua Parceira que nada mais é que Emma. Ele fica chocado quando descobre que ela é uma vampira – e valquíria – porque será humilhado e julgado pelo seu clã, já que tem que convencer a jovem a se unir para a ETERNIDADE com ele e marca-la na lua cheia. Ele é beeeem possesivo e isso me deu raiva, mas depois compreendi que isso é típico do clã. Um lobisomem ama com intensidade e protege seus parceiros com a mesma intensidade e até mata se for necessário.

 É uma história bem construída, porque Cole constrói um enredo fluído e traz de volta as características comuns de lobisomens, valquírias, espectros, vampiros e tantos outros seres sobrenaturais sem aquela infantilidade e loucura de humaniza-los como em Crepúsculo que me fez odiar mais ainda os “sanguessugas noturnas”. Ela mostra as feras, mas também apresenta sentimentos e medos das criaturas. Eles são fortes, poderosos, matam se for necessário para sobreviverem e não convivem com humanos, porque estes os veem como monstros e não como seres diferentes.

Há vários personagens secundários que são de extrema importância como as tias valquírias de Emma que são fortes, impetuosas, tempestivas, insanas e prontas para defender sua cria. São fundamentais quando o clima fica tenso e bélico na história quando a Acesso – tempo de ascensão dos vampiros – começa a dar indícios de que vai se iniciar e são engraçadas e divertidas em muitos pontos. Do lado de Lachlain temos seu irmão Garrett que é uma fofura e uma fortaleza ao mesmo tempo, o empregado do rei dos Lykaes na mansão na Irlanda e o Drew que é um dos membros do clã e melhor amigo do Poderoso Chefão dos lobisomens que é um ser desolado pela morte de sua Parceira.

“Sentia-se conectada a tudo, como se pertencesse a algo especial, uma sensação que nunca sentira antes.”

O livro tem uma pegada hot e nas primeiras páginas é uma intensidade sem tamanho que fiquei até vermelha em muitas partes rs. Depois que nosso Lykae volta a sua “normalidade” o enredo foca nas guerras próximas, na busca da identidade de Emma, seu passado e tantas outras coisas que cativam os leitores com uma surpreendente construção narrativa da autora.

Desejo Insaciável é o primeiro livro da série Imortais, que é composta até agora por quinze livros... Isso mesmo 15 LIVROS que falam dos mais diversos personagens apresentados nesse primeiro livro mais outros que surgem ao desenrolar das obras. Eu já quero os próximos, porque a aventura, as lutas e toda a atmosfera romântico-erótica que me conquistou muito.


A capa ilustra bem o olhar sombrio e penetrante de um Lykae e a fonte para mim foi agradável, porque li na versão e-book.

Desejo Insaciável é um romance sobrenatural que traz guerras, vampiros, lobisomens, valquírias num cenário carregado de ódio e bélico com uma pitada de sensualidade e muito romance. 



17 comentários:

  1. Olá não conhecia o livro nem a autoria, mais gostei muito do gênero fantasia, ficção e sobrenatural é umas coisas que mais gosto de ler, parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Não sou a maior fã de tramas sobrenaturais - já tinha dificuldade com o estilo e, assim como você, Crepúsculo me tirou do sério e irritou ao extremo. Por isso, sempre pesquiso antes de encarar uma nova série. No momento, estou com outra em andamento (devagar e sempre) e foi bom saber que tenho a próxima opção, quando terminar a minha meta pessoal. E dará tempo de saírem mais livros, porque começar e não terminar também me chateia demais. Obrigada pela indicação! Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Acho que estou um pouco saturada de lobisomens e vampiros, mas gostei da maneira como você apresentou a história do livro nesse post.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Oiii Joanice tudo bem?
    Eu não tinha a miníma noção que esse livro abordaria o assunto com vampiros e de certo modo fiquei bastante interessada, o que me desmotiva é essa capa no qual não consegui gostar de nenhuma maneira, ótima resenha linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Só a capa e a Editora já deixam esse livro perfeito! Com essa resenha então, eu vou anotar a dica!

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu gosto muito dessa capa e tenho muito interesse na leitura pois gosto muito do gênero da obra e como li diversos elogios a mesma, creio o que não irei me decepcionar na leitura. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas confesso que o fato de ter lobisomens e vampiros já me deixa bem desanimada... sem falar que é uma série de QUINZE LIVROS! Hsuahsash
    Apesar de ver o quanto você gostou, vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  8. Oioi
    Gosto muito de seres sobrenaturais, e Vampiro é meu preferido, mas prefiro se Uma Lobisomem (jogadora de RPG aqui :D) mas quando começa a misturar muito o resultado não costuma me agradar tanto, a capa e o Título me deixaram meio receosa, mas vou anotar a dica mais para o futuro.

    ResponderExcluir
  9. Gente, preciso desse livro agoraaa! Já adorei a história,simplesmente por conter tantos seres sobrenaturais que eu amo, principalmente os vampiros haha. O enredo parece ser muito viciante e envolvente, sua resenha está perfeita e se eu já estou apaixonada pelo Lachlain, imagina quando eu ler o livro inteiro? Ameeei, e anseio ler esse livro um dia haha. Bjss!

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Amo forte livros com sobrenaturais e desde que esse livro foi lançado que eu o desejava, mas só esse mês consegui adquiri-lo em ebook, no entanto tenho tabta coisa para ler que ainda não tive a oportunidade. Porém, saber um pouco mais da história e que te agradou tanto, me deixou ultra curiosa e empolgada *---* Quero ler esse livro para ontem.
    P.s: estou chocada que é uma série de 15 livros 😱

    ResponderExcluir
  11. Oi, Joanice
    Gosto de livro com uma pegada hot, mas sem muito sobrenatural. Apesar de gostar de lobisomens, eu não sou muito fã de vampiros. E nossa, são 15 livros, né?
    Gostei de ver que o livro tem muitos pontos positivos, acho que se fosse ler, só futuramente.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  12. Oii Jo, tudo bem? Amei sua resenha, ficou ótima. Eu adoro romances sobrenaturais, mas ultimamente não tenho lido tanto o gênero. Desejo Insaciável tem uma premissa ótima e agora quero muito ler! Espero gostar :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas como gosto de uma pegada mais hot, preciso ler o livro para ontem.
    Agora só não sei se a editora continuará a publicar a série inteira, pois 15 livros são bastantes.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Helloooo!!
    Gente, que livro mais tudo de bom!
    Eu ainda nao conhecia direito o enredo e agora fiquei mais loka pra ler tudo logo.
    Já me falaram que a escrita da Kresley Cole é bem boa e to loka pra conhecer.
    Amei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem!?! Eu ainda não li o livro mas depois dessa resenha já foi para o topo da leituras futuras.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oiii!

    Primeira resenha que vejo para o livro e fiquei animada! Porém bem triste por ser 15 livros. HAHAHA gente, pra que tanto, né??
    Eu espero que a série continue te agradando e que mantenha a qualidade de enredo.
    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  17. Oi!!
    Eu amo histórias que envolvem seres sobrenaturais e estou doida por esse livro, a capa dele é apaixonante.
    Gosto quando tem uma pegada hot, mas a história não se resume só a isso e pelo visto esse livro é bem do jeito que gosto.
    Beijão!

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger